Test our Coffee

03 de abril de 2019

TEMAS

Tester funcional a dar os primeiros passos em automação

Ao iniciar um novo projecto a necessidade de ter testes funcionais automáticos é inquestionável.
No nosso processo de desenvolvimento já são implementados testes unitários e de integração e a intenção é desenvolver testes end-to-end.
É um desafio ambicioso para mim como tester manual começar a desenvolver código e integrar o processo de desenvolvimento da equipa. 
Comecei por desenvolver testes nas APIs e neste momento o meu maior desafio são os testes de frontend.
Nesta talk vou partilhar a minha experiência ao iniciar este processo de automação de testes: os desafios e as conquistas.

 

Diferentes frameworks de automação de testes focados nos casos de uso do cliente

 

Hoje em dia podemos encontrar muitas formas de realizar os Testes Automáticos, desde frameworks e estratégias de automação diferentes a uma ampla seleção de ferramentas e fornecedores.
Mas, que arquitetura e estratégia de testes será a mais indicada? que ferramenta usar? que abordagem posso adotar?A resposta: possivelmente todas as respostas estão corretas, mas tudo depende…
A questão não deverá começar por “que”, mas sim por “para quê”?

ORADORES

MÁRCIA MORGADO

 

A Márcia trabalha actualmente Talkdesk como senior QA specialist.
Tem formação em informática e apesar de ter começado como programadora, a área funcional e de testes cativaram-na.
Durante a sua carreira teve várias funções: tester; analista funcional; levantamento de requisitos; documentação funcional e para o utilizador; gestão de equipas.
Teve oportunidade de integrar vários projectos, nacionais e internacionais, em diferentes áreas de negócio: banca, saúde, educação, admissão de professores, contact center.
Agora quer adicionar os testes automáticos às suas competências e reavivar a sua formação de programação.

FILIPE CARDIGA

 

Tem mais de 5 anos de experiência em TI, principalmente em projetos de E-commerce e Telecom. Nos últimos anos o seu foco de TQA tem sido em testes de UI e API (manuais e automáticos).

CLÁUDIO GOMES

 

Tem 6 anos de experiência em TQA. Nos primeiros anos trabalhou com testes manuais e entregas de software. Nos últimos 2 anos tem estado a trabalhar com testes Automáticos, dando seguimento às primeiras fases de implementação das estratégias de automação nos projetos em que participa.

LOCAL

HITACHI CONSULTING

Av.ª Eng.º Duarte Pacheco, Torre 1, Piso 17
Salas Tanegashima / Jisho
1070-101 Lisboa
PORTUGAL

HORÁRIO

18:30h às 20:30h

PARCEIRO

  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

2020 | ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE TESTE DE SOFTWARE | Política de Privacidade